Google+ Followers

domingo, 22 de maio de 2011

Depressão!

Oi gente! Hoje o assunto é muito importante, depressão. Essa é uma palavra frequentemente usada para descrever nossos sentimentos. Todos se sentem "para baixo" de vez em quando, ou de alto astral, na maioria das vezes esses sentimentos são normais. A depressão é algo bastante diferente, é uma doença como outra qualquer que exige tratamento. Muitas pessoas pensam que estão ajudando um amigo deprimido incentivando ou mesmo cobrando uma atitude, qualquer reação se distrair ou se divertir para superar os sentimentos negativos, mas os amigos que agem dessa forma fazem mais mal do que bem, são incompreensivos e as vezes até egoístas. O amigo que realmente quer ajudar procura ouvir quem se sente deprimido e no máximo aconselhar ou procurar um profissional quando percebe que o amigo deprimido não está só triste.
Os sintomas da depressão são muito variados, indo desde as sensações de tristeza, passando pelos pensamentos negativos até as alterações da sensação corporal como dores e enjôos. Para fazer o diagnóstico é necessário um grupo de sintomas centrais:
  • Perda de energia ou interesse;
  • Humor deprimido;
  • Falta de concentração;
  • Alterações do apetite e do sono;
  • Lentidão nas atividades físicas e mentais;
  • Sentimento de pesar ou fracasso.
Se você está com esses sintomas deve procurar um profissional que fará o diagnóstico e indicará o melhor tratamento. Até que se faça o diagnóstico praticamente todas as pessoas possuem explicações para o que está acontecendo com elas, concluindo sempre que é um problema passageiro. A maioria das pessoas, principalmente os homens não assumem que estão com depressão.


Outros sintomas que podem vir associados aos sintomas centrais são:
  • Pessimismo;
  • Dificuldade de tomar decisões;
  • Dificuldade para começar a fazer suas tarefas;
  • Irritabilidade ou impaciência;
  • Inquietação;
  • Achar que não vale a pena viver; 
  • Chorar muito ou ter dificuldade para chorar;
  • Falta de esperança;
  • Dificuldade de terminar as coisas que começou;
  • Pena de si mesmo;
  • Pensamentos negativos;
  • Queixas frequentes;
  • Sentimentos de culpa injustificáveis;
  • Boca ressecada, constipação, perda de peso e apetite, insônia, perda do desejo sexual.
Se você está passando por isso, ou conhece alguém assim, vale a pena procurar um profissional. Beijocas

Nenhum comentário:

Postar um comentário